Atenção! Cuidado com o COMUNAVÍRUS

Não se fala em mais em outra coisa. O assunto do momento é o corona vírus. (Ou seria comunavírus?) E ainda será por dias, meses a fio. Com certeza, será um tema presente nas eleições de 2022.

Sim, para não variar, um assunto que deveria ser tratado apenas como uma questão de saúde, tornou-se uma disputa política. De um lado, o presidente Bolsonaro, do outro, os governadores. De um lado, seus apoiadores, do outro, seus opositores.

No computo geral disso tudo, já sabemos qual será a pauta da grande mídia brasileira no decorrer deste século: caso as consequências do vírus, aqui no Brasil, sejam minoradas, os méritos será dos governadores, em especial do governador paulista. Se forem catastróficas, o ônus recairá sobre Jair Bolsonaro e nesse caso, não será pontuada as ações do governo por meio dos seus ministérios.

É óbvio que aqui e ali aparecerá algum indulgente e afirmará que os ministros agiram de forma competente, apesar do presidente. Sim, já está vaticinado pela mídia e por seus opositores, Jair Bolsonaro é um incompetente em lidar com a crise do vírus chinês. Dizem os entendidos, que o presidente está relativizando o problema. Esses, não ousam enxergar de outro modo. Que o presidente esteja, não relativizando o problema e sim encorajando a sociedade. Creio que seja isso que devem fazer os líderes em tempos difíceis.

Logicamente que é descabida a comparação entre nosso atual presidente e o Primeiro-Ministro britânico Winston Churchill. Feita a ressalva, é oportuno citarmos o grande líder inglês que encorajou os britânicos durante a Segunda Guerra.

Se você está atravessando o inferno… Não pare de andar”.

O sucesso consiste em ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo”.

As duas frases nos soam bastante didáticas. Ao encarar o vírus chinês como a iminência de um infernal apocalipse, nossos líderes estaduais dão a recomendação de pararmos. Enquanto que a mídia, nos oferta doses cavalares de pessimismo histérico. Sinal dos tempos!

Leia também:

Jornalismo: ascetas da mentira e destruição das consciências

CONTRA A TIRANIA DE ESTADO

Enfim. Poderíamos encerrar nosso texto por aqui que já nos daríamos por satisfeitos uma vez que este escriba já há algum tempo estava ausente, todavia, temos a responsabilidade de alertar a vocês que nos leem contra um perigo ainda maior que o corona vírus. O COMUNAVÍRUS.

Mais uma vez, sou forçado a recorrer à Segunda Guerra. No conflito, centenas de milhares de pessoas lutaram e morreram fundamentalmente em favor da liberdade. E creio que no calor da batalha, o último homem daria a vida por isso.

No Brasil de 2020, o que tira-me o entusiasmo não é o risco de perder a vida para um vírus. É perceber que boa parte da nossa sociedade aceita de forma acrítica e benevolente as determinações de líderes políticos que em última instância, em nome da NOSSA saúde e do NOSSO bem estar, tiram-nos o direito de ir e vir, em síntese, tiram-nos a LIBERDADE.  

Em suma, o Partido Comunista Chinês deve sentir inveja da nossa “democracia”. E o louco, imprudente e irresponsável é o presidente Jair Bolsonaro…

Por Jakson Miranda

1 thought on “Atenção! Cuidado com o COMUNAVÍRUS

  1. Não é possível que li uma merda dessas. Não sou esquerdista, sou apenas sensato. O mundo inteiro está seguindo as recomendações da OMS (que por acaso é a mesma de nosso ministério da saúde) e apenas o sujeito Bozonaro não a aceita, pois acredita tratar-se de uma “gripezinha”. A você que escreveu este lixo de texto, espero que saia as ruas como é de sua vontade, que seja infectado e passe a todos que pensam como você, um anfíbio ignóbil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *