MTST: Delinquentes urbanos

Logo, a ser posta em prática o que indica a nota do jornal, o governo, já em estado de metástase, irá se agarrar á doença.

Leiam reportagem da Folha.

Protestos promovidos pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) interromperam diversas vias em municípios de sete Estados do país nesta quarta (18). Houve registros em São Paulo, Minas, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná, Ceará e Paraíba.

No chamado Dia Nacional de Lutas pela Reforma Urbana, os manifestantes fizeram duas exigências: lançamento imediato do programa Minha Casa, Minha Vida 3, prometido pelo governo desde 2014, e recuo no ajuste fiscal.

Opinião do Blog

Após as manifestações de domingo, 15/03, o governo escala dois dos seus ministros para se pronunciar a respeito. O resultado foi patético, conforme apontei neste blog. Ficou escancarado que o ministro Miguel Rossetto quis confundir a opinião pública tentando igualar a manifestação de domingo com o ato promovido por uma centena de gatos pingados de organizações subservientes ao governo.

Trata-se de uma prática comum do partido governista. Agir de um modo e deixar para grupelhos ligados ao partido a missão de “protestar” contra isso ou aquilo, incluindo algumas medidas do próprio governo.

É evidente que em tempos de crise, algumas pessoas tenderão a acreditar em Miguel Rossetto e acabam caindo na armadilha criada pelo petismo.

Assim, se o MTST está protestando contra o ajuste fiscal, contra o governo, igualmente como aqueles se manifestaram contra Dilma e a corrupção, logo, o MTST faz oposição ao governo, logo, tanto a corrupção quanto o ajuste fiscal devem ser combatidos, certo? Errado!

Certamente que tais grupos podem agir a revelia do governo, porém, com o único objetivo de arrancar-lhe verbas. Normalmente, agem em consonância com o governo e principalmente com o partido, cujo objetivo é jogar tal governo e sociedade para a esquerda.

O termo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto carrega em si algumas incoerências. São trabalhadores quem “protestam” em pleno dia útil? Trabalham mas não conseguem um teto para suas familias? A grande verdade é que essas pessoas trabalham sim, trabalham para o “movimento” com a  função de praticarem atos de vandalismo.

Não me surpreenderei se em um futuro próximo, assim como o MST, o MTST também venha a invadir propriedades privadas. Casas, apartamentos, terrenos. Esses grupos, não praticam a liberdade de expressão, ou, não se manifestam por direitos. Esses grupos praticam a delinquencia e ao fazerem barricadas em rodovias ou praticarem invasões, deveriam ser presos.

Não é verdade que a democracia nos exige aturá-los, pois no Estado democrático, as leis são cumpridas e quem as transgride, responsabilizados.

3 thoughts on “MTST: Delinquentes urbanos

  1. Precisam de pessoas pra escrever mais? Sou estudante de historia da UECE e sou de direita, com muitos amigos de direita que zelam pela verdade, verdade essa que provem de Deus e da sua palavra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *