A Casa Civil será para Lula o que a União Soviética foi para Hitler

Como sabem todos aqueles que se debruçaram sobre o estudo do tema, o erro crasso de Hitler, que lhe custou a guerra, foi dividir a tropa em duas frentes, mantendo metade no fronte ocidental e mandando o restante invadir a União Soviética.

Em sua sandice megalômana, Hitler creu ter uma máquina de guerra de tal maneira invencível que nem sua divisão diminuiria seu poderio.

O brutal inverno soviético fez sua parte e a tropa nazista não conseguiu um movimento tático que contemplasse todas as adversidades.

A partir daí, as derrotas foram inevitáveis e decretaram o fim do Reich.

Esta breve introdução serve apenas ao propósito de demonstrar o paralelo possível entre a queda de Hitler e a de Lula.

Tal qual o psicopata nazista, Lula também achou-se tão em alta conta que poderia desafiar a lógica política, dando uma cartada arriscada, de uma ousadia camicase, assumindo um ministério político para fugir da cadeia, na mesma semana em que 6 milhões de brasileiros, sem ajuda de custo e cessão de lanche, tomaram as ruas do país para pedir sua prisão e defenestrar sua nomeadora.

Qualquer sujeito menos ensimesmado, mas afinado a lógica conjuntural, se encapsularia fora dos holofotes, preparando a própria defesa.

Lula, como Hitler, achou que a melhor defesa era o ataque. Que não deveria primar pela observância do contexto, mas sim, impor sua força jararaquenta.

A Casa Civil será para Lula o que a União Soviética foi para Hitler.

Seu fim se aproxima.

1 thought on “A Casa Civil será para Lula o que a União Soviética foi para Hitler

  1. Nossa, tenho muito medo deste governo que está aí! Sou formada em Letras e no momento atual faço pós graduação em educação e diversidade cultural. Já nas primeiras leituras obrigatórias do curso, entrei em grande conflito, pois são autores que bebem das teorias marxistas e não vejo outra saída, que será desistir do curso. O primeiro livro que nos mandaram ler é “Globalização: As consequências humanas”, de Zygmunt Bauman, cuja as influências é Karl Marx. Tenho duas teorias quanto a isso: Ou eles não sabem o que estão ensinando ou sabem muito bem! Não ouve o primeiro debate, ainda, sobre essa leitura e com toda certeza eu estarei lá….só não sei até quando resistirei! Adorei os artigos publicados em seu site, pois reberveram os pensamentos de todos aqui em casa. Nos mostrou claramente que não estamos sozinhos!
    Obrigada,
    Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *