A ÚNICA FORMA de derrotar o centrão

Qual presidente da República você quer eleger?

Nesse momento, para que o Brasil avance, não há outro caminho senão derrotar o centrão.

É inegável que o governo Bolsonaro está travando uma verdadeira queda de braço com o establishment político, com apoio das velhas elites progressistas. Tal situação que logicamente envolve aspectos ideológicos, acaba também sendo engrossado por  objetivos nada ideológicos e obviamente, nada republicanos. Refiro-me à sanha de alguns parlamentares por cargos e ministérios.

Seria virtuoso se a queda de braço do governo contra esses setores da sociedade fosse em torno de propostas para efetivamente tirar o Brasil do buraco. Não é o caso! O governo enviou ao Congresso a Reforma da Previdência, o Projeto Anticrime e algumas MPs, em especial a MP 870 que reorganizou os ministérios.

Leia também:

OLAVO DE CARVALHO TEM RAZÃO? DANILO GENTILI RESPONDE

São temas sensíveis que irão mexer com a vida dos milhões de brasileiros. É natural, portanto, que a Reforma da Previdência provoque acaloradas discussões tendo como consequência uma inevitável demora na sua votação. Todavia, diante desse cenário, confesso que não vi, ouvi ou li nenhuma outra proposta convincente de algum parlamentar contrário à proposta encaminhada pelo governo.

Logo, vem-nos a questão: O que querem vossas excelências?

Como pauta imediata, é urgente derrotar o centrão, pois, está na cara que o fisiologismo, entranhado na cultura do Congresso, é o que está movendo os parlamentares desse grupo. Partindo desses deputados, a postergação e mesmo derrota do governo em temas relevantes tem por objetivo conquistar cargos e ministérios.

Há alguns dias o líder do PSL, partido que elegeu Bolsonaro, saiu-se com essa:

“Eles querem ocupar alguns espaços no governo. Já ficou claro, para o presidente da República e para aqueles que dialogam, que esse propósito [a recriação dos ministérios] atende o centro, que quer governar junto.” 

É revoltante que deputados do PSL, partido que elegeu Bolsonaro, flertem com essa ideia!

Assim, se você entende que o centrão é o empecilho imediato às necessárias reformas que o governo propõe, participe da manifestação do dia 26. Sua manifestação é a ÚNICA FORMA de derrotar o centrão.

Sozinho, o presidente Jair Bolsonaro não conseguirá vencê-los e se assim continuar, só lhe restará duas alternativas: a renuncia ou a entrega ao fisiologismo. Nenhuma das duas trará benefícios ao país.

Por Jakson Miranda

SIGAM-NOS PELAS REDES SOCIAIS E ASSINEM NOSSA NEWSLETTER!

2 thoughts on “A ÚNICA FORMA de derrotar o centrão

  1. Discordo com o articulista, a incapacidade de Bolsonaro está cada vez mais evidente e não venha com dilmização que ele irá cair pq não negociou com o congresso…faz parte da política negociar, ocupar espaços é o “ar” que respiram os partidos no Brasil e no mundo, em todos os tempos, igualmente ao lucro para uma empresa e tal é ato legitimo se não envolver propina. Ora, esquema de laranjas o governo Bolsonaro está cheio. Ministros envolvidos em diversas acusações também (Guedes, Sales, Damares, etc) e paralisia em todos os setores, corta verbas ali e isenta outros ali, querer tampar o sol com a peneira não deve ser nossa postura, ele tem que trabalhar e deixar de fazer turismo com o nosso dinheiro. Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *