Arthur mamãefalei emprega antigo sócio de Ayan

Empregado no gabinete do deputado estadual Arthur "mamãefalei" já foi sócio de Ayan

Empregado no gabinete do deputado estadual Arthur “mamãefalei” já foi sócio de Ayan

O deputado Estadual Arthur do Val, ou, Arthur “mamãefalei”, tem sete funcionários em seu gabinete. São 3 assessores, 2 assistentes e dois auxiliares. Dentre esses dois auxiliares, está Rafael Almeida Rizzo, que tem salário líquido de pouco mais de 7 mil reais.

A prisão do “guru” da Nova Esquerda, Luciano Ayan, trouxe a tona uma serie de fatos envolvendo o MBL. Todavia, chama atenção que algumas personalidades fazem questão de se afastarem tanto de Ayan quanto do MBL. Esse é o caso do deputado Arthur “mamãefalei”, que nunca admitiu ser membro do MBL e que agora, nega proximidade com Luciano Ayan.

Arthur do Val é do MBL. Ponto! Então, qual o problema em admitir isso? Vai saber, né. Isso é lá com eles. Assim como os 400 milhões.

De todo modo, na mesma sexta-feira em que Luciano Ayan foi preso, o tal do “mamãefalei” gravou um vídeo. Era a operação passa pano em ação. Não deixarei o link do vídeo para não dá ibope a essa gente. Mas, por ossos do ofício, acabei assistindo a peça.

Ao falar do Luciano Ayan, Arthur do Val confessa que o “mestre” é “gente boa pra caramba“, não sabendo no entanto, se o “cara” é jornalista. É digno de nota observarmos o quanto que o Arthur segue a mesma estratégia do MBL em afirmar que o Ayan não faz parte do grupo.

Por outro lado, como sabemos que esse “mundo mundial” é muito pequeno, em uma matéria do R7 de março de 2018, temos o seguinte trecho:

Luciano Ayan, é sócio de Pedro D’Eyrot, líder e um dos fundadores do MBL (Movimento Brasil Livre) em uma consultoria. Até o início deste mês, ele também era sócio, em outro negócio, de Rafael Rizzo, coordenador de comunicação do MBL“.

Conclusão

Hoje, o Rafael Almeida Rizzo trabalha no gabinete do deputado estadual. Mas lógico, o MBL não tem nenhum tipo de ligação com o senhor Carlos Afonso, ou Luciano Ayan.

Enfim, são muitas coincidências no reino da isentosfera.

Por Jakson Miranda

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *