Desemprego continua em queda

A taxa de desemprego encerrou o trimestre em 11,2%, representando uma queda de 0,7% em relação ao trimestre anterior e 0,4% em relação ao mesmo trimestre de 2018.

população desocupada (11,9 milhões de pessoas) teve redução em ambas as comparações: -5,6% (ou 702 mil pessoas a menos) em relação ao trimestre móvel anterior e -2,5% (300 mil pessoas a menos) em relação ao mesmo trimestre de 2018.

Por outro lado, em relação à população ocupada, o Brasil registra um novo recorde da série histórica. Que cresceu em ambas as comparações: 0,8% (mais 785 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 1,6% (mais 1,5 milhão de pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2018.

Outro dado interessante é o número de trabalhadores por conta própria que chegou a 24,6 milhões de pessoas, crescendo nas duas comparações : 1,2% (mais 303 mil pessoas) frente ao trimestre móvel anterior e 3,6% (mais 861 mil pessoas) em relação ao mesmo período de 2018.

Leia também:

Privatização da Eletrobras tem RESISTÊNCIA do Congresso

Para Augusto Heleno, Brasil está sendo tirado da UTI

Todos esses números de queda do desemprego, indicam que as reformas começadas no governo Temer e continuadas e aprofundadas no governo Bolsonaro, começam a surtir seus efeitos ou, começam a apresentar os resultados previstos: crescimento da empregabilidade.

Quanto ao número de pessoas que trabalham por conta própria, enquanto muitos veem nesses números aumento da informalidade, logo, precarização do trabalho, enxergamos em tais números um avanço do empreendedorismo.

A sociedade só tende a ganhar quando o governo incentiva e dá respaldo ainda mais a essas iniciativas.

Como já apontamos ontem, (PELA PRIMEIRA VEZ, Ibovespa supera 117 mil pontos) 2020 tem tudo para ser um ano ímpar para o Brasil.

Por Jakson Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *