Doria tenta vender coronavac ao Ministério da Saúde

Doria tenta vender coronavac ao Ministério da Saúde

"Coletivo de imprensa para apresentação da vacina Coronavac" é licenciada por Governo do Estado de São Paulo CC BY 2.0

João Doria oferecerá ao ministro da Saúde, Pazzuello, 100 milhões de vacinas da coronavac, no valor de R$5,65 bilhões

João Doria tem reunião marcada nesta quarta-feira (21) com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar da compra de 100 milhões de doses da coronavac desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac com o Instituto Butantã.

O custo unitário da vacina chega a dez dólares, segundo o governador disse ao Diário do Poder neste domingo (18). Tal valor exigiria do governo federal US$1 bilhão de dólares para dispor desse instrumento de combate à doença. Ou seja, R$5,65 bilhões.

Ademais, Doria está muito esperançoso de que haverá entendimento com o Ministério da Saúde em torno da “Coronavac”.

Por fim, João Doria classificou como altruísta a posição do seu governo. Logo, leva em conta os interesses da saúde pública de todos os brasileiros, daí sua disposição de buscar estabelecer um bom acordo com o governo federal.

Por outro lado, Doria já manifestou a intenção de tornar a vacinação obrigatória no estado. Tal postura levou o deputado Douglas Garcia a convocar protestos contra o governador.

Da Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *