Em direção a uma Nova Ordem Mundial

Em direção a uma Nova Ordem Mundial

A Nova Ordem Mundial se aproxima, ou resistimos, ou seremos escravizados como a grande massa da humanidade, que infelizmente, já se comporta como escrava

Da maneira como a ditadura do coronavírus avança e se alastra de forma desenfreada pelo mundo, não há dúvida nenhuma de que a tirania da Nova Ordem Mundial se consolida aos poucos, de forma gradual porém persistente. Para quem ainda não entendeu, não está tendo pandemia nenhuma. Tudo o que passamos nesse fatídico ano não passou de um sórdido pretexto para deflagrar uma deplorável e opressiva ditadura global, que ficará pior a cada dia.

Para você ter uma ideia de como as coisas estão indo, na Nova Zelândia, o governo recentemente anunciou que pretende internar compulsoriamente em campos de detenção todas as pessoas que testarem positivo para o coronavírus, além de pessoas que se recusarem a serem testadas.

O governo britânico, por sua vez, anunciou que pretende realizar uma ambiciosa campanha em larga escala para testar toda a população da cidade de Liverpool (que possui aproximadamente 500 mil habitantes). A operação terá apoio lateral do próprio exército do Reino Unido. Testes serão conduzidos de forma massiva em toda a metrópole.

Todos esses fatos indicam, impreterivelmente, que a Nova Ordem Mundial avança de forma sorrateira, porém irrefreável sobre o mundo. Recentemente, o arcebispo católico Carlo Viganó enviou uma extensa carta para o presidente americano Donald Trump, onde ele escreveu:

Um plano global chamado Grande Reinicialização está em andamento. Seu arquiteto é uma elite global que quer subjugar toda a humanidade, impondo medidas coercitivas para limitar drasticamente as liberdades individuais de populações inteiras.

Em várias nações este plano já foi aprovado e financiado; em outros, ainda está em um estágio inicial. Por trás dos líderes mundiais, cúmplices e executores desse projeto infernal, estão personagens inescrupulosos que financiam o Fórum Econômico Mundial e o Evento 201, promovendo sua agenda.

O objetivo da Grande Reinicialização é a imposição de uma ditadura sanitária, que pretende implementar medidas liberticidas, escondidas por trás de promessas tentadoras de garantia de uma renda universal e cancelamento de dívidas individuais.

Fica evidente, portanto — como o diácono católico deixou muito claro —, que o projeto por trás da ditadura do coronavírus é muito mais implacável e desumano do que a maioria das pessoas pensa; e pretende, de fato, impor uma Nova Ordem Mundial sobre toda a humanidade. Esse depravado e pernicioso projeto escravagista está sendo desenvolvido há décadas, e agora nos aproximamos do seu nefasto apogeu.

É necessário compreender, portanto, que estamos no meio de uma guerra. Na verdade, todos os governos, a grande mídia globalista e os onipotentes conglomerados farmacêuticos declararam guerra à toda a humanidade. A cada dia que passa, esta realidade se torna mais evidente e mais incontestável. É impossível negar o que os fatos, em seu conjunto, apresentam diante de nós.

Recentemente, o mundo passou a acompanhar com extrema ansiedade o resultado das eleições americanas. Infelizmente, independente de quem vença — seja Trump ou Biden — a ditadura globalista continuará sendo implementada, de forma contínua e irrefreável, pelo mundo.

As únicas opções que temos atualmente é resistir ativamente ou sermos escravizados. É incontestável o fato de que chegamos na beira do abismo; estamos prestes a perecer na tirania de uma totalitária, maléfica e opressiva distopia global, da qual a fraudemia, o lockdown, a quarentena e a vacinação compulsória são apenas modestos aperitivos iniciais. Coisas muito piores virão posteriormente.

Na próxima edição do Fórum Econômico Mundial — que acontecerá em Davos no ano que vêm — a elite globalista vai debater o tema do “Grande Reset“, que trata de um pretensioso reinício do sistema financeiro internacional, e esse tema envolve questões como a erradicação de todas as moedas, a extinção do dinheiro físico e o estabelecimento de um sistema monetário digital global, compulsório e totalmente centralizado.

Indubitavelmente, a Nova Ordem Mundial se aproxima rapidamente; ou resistimos, ou seremos escravizados como a grande massa da humanidade, que infelizmente, através de sua complacência e condescendência, já se comporta como a escrava submissa de um novo sistema, mas — de tão sonolenta, letárgica e doutrinada que está —, ainda não foi capaz de despertar para a sombria, tenebrosa e nefasta realidade.

Sem dúvida nenhuma, já cruzamos o Rubicão, o famoso ponto sem retorno. As coisas nunca mais voltarão ao estágio em que estavam antes da fraudemia. As únicas opções que temos agora são resistir ou aceitar a escravidão.

De qualquer maneira, a distopia global já foi deflagrada. Seja bem-vindo ao Novo Normal.

Por Wagner Hertzog

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *