Governo articula para tirar Renan Calheiros de relatoria da CPI

Governo articula para tirar Renan Calheiros de relatoria da CPI

Presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) concede entrevista.

Com instauração do colegiado marcado para o dia 27, governo tenta a retirada de Renan Calheiros de relatoria da CPI

Apenas em ter Renan Calheiros ocupando uma cadeira no senado, é por si só, vergonhoso, tê-lo na relatoria de uma CPI, é uma afronta. Assim, é oportuna e necessária a ação de Daniel Silveira e Carla Zambelli pedindo para a Justiça impedir que o senador seja relator.

Além disso, o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou que a reunião de instalação da CPI da Covid será apenas no dia 27. Em outras palavras, o governo ganha um pouco mais de tempo para tentar equilibrar as forças na comissão.

De fato, com a decisão, o governo terá mais folga para aprofundar articulações visando à retirada de Renan Calheiros (MDB-AL) da relatoria da CPI. Ademais, após ter seu nome indicado para a função, o senador alagoano passou a ser alvo de pesadas criticas nas redes sociais.

Leia também:

Joaquim Silva e Luna assume Petrobras e ações disparam

O câncer do Brasil: Como iremos vencer a guerra?

De tal sorte que, por não ter condições morais de responder as criticas, o próprio parlamentar pediu ao Twitter a exclusão de mais três mil contas. Dessa maneira, espera-se que, tanto as ações na justiça feita pelos deputados, quanto a exposição pública das denuncias contra Renan, o façam abrir mão da relatoria da CPI.

Não obstante, pessoas do tipo como Calheiros nunca se incomodaram com a opinião pública. Menos ainda com a justiça. Já que para essa gente, é melhor ter cara de pau e poder, do que honra e decência.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *