Governo Dilma: Governo impostor. Governo falido.

IDH do Brasil 2014 é menor que o de Sri-Lanka

Nesse momento, Dilma Rousseff não comanda mais o país. Seu governo faliu e o que se ver é uma balbúrdia só. É o que se pode concluir de um governo tão desnorteado que até mesmo Renan Calheiros (quem diria!) tem mais sensatez do que Dilma e seu Ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Vamos falar um pouco mais do Ministro da Fazenda. Assim como Dilma, Joaquim Levy mais parece um amador. Não apresenta uma proposta concreta. Está perdido e sua única medida é propor algum aumento de imposto. A mais nova investida do ministro foi propor reajustar o Imposto de Renda.

Aumentar impostos é uma saída fácil para um problema que não será resolvido. Como bem tem apontado a cúpula do PMDB, primeiro, é necessário o corte de gastos. Por incrível que pareça, o PMDB propõe aquilo que caberia a Joaquim Levy ser o porta-voz.

Nessa discussão, alguém deve lembrar ao ministro da fazenda e a presidente, que nenhum imposto tem por objetivo cobrir rombos fiscais, ao contrário: em qualquer lugar do mundo, os cidadãos pagam impostos para manter a máquina pública funcionando em prol do cidadão via serviços, tais como segurança, saúde, educação e assistência social. No caso brasileiro, possuímos uma das cargas tributárias mais altas do mundo e não desfrutamos de contrapartidas satisfatórias. Ao contrário. Os serviços públicos que o governo oferece são lastimáveis. Para que então aumentar qualquer tributo?

A tentativa de emplacar o aumento de impostos é típica de um governo impostor, que se elegeu por meio de imposturas e que nunca teve nem terá nenhuma proposta para o país. Nesse momento, estamos sendo penalizados em carregar o peso de um governo falido que para tentar se reerguer, tenta de tudo, até mesmo falir o país.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

Partido e governo não envelheceram. Caducaram

ESQUERDA SEM CULPA, LIVRE PARA CONTINUAR ERRANDO

O mimimi de Leonardo Sakamoto

Mais de 6 bilhões de motivos para o Impeachment

Fizeram tanto diabo, que o Brasil acabou virando um inferno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *