Irão festejar o dia da democracia na Venezuela?

Irão festejar o dia da democracia na Venezuela?

Hoje, 15 de setembro, é o dia internacional da democracia, mas a esquerda ignora o que acontece na Venezuela

É evidente que nossas liberdades estão em risco e neste dia da democracia é uma boa oportunidade para refletirmos sobre isso. Não obstante, diferente do que a esquerda apregoa, não é o governo do presidente Jair Bolsonaro quem ameaça nossa liberdade e aqui vale a frase do ministro Paulo Guedes: “Quem sustenta o governo é o povo que elegeu o presidente”. 

Logo, a verdadeira ameaça contra a democracia vem exatamente daqueles que agem pela queda do presidente e do governo. Ou seja, como não poderia ser diferente, é a esquerda quem ameaça tolher-nos a liberdade.

Assim, neste importante dia 15 de setembro, devemos fazer ecoar o quão antidemocrático é a tal da lei das fake news, bem como reforçar, uma vez mais, que as ações intimidatórias do Sleeping Giants Brasil contribui para corroer nossa combalida democracia.

Por outro lado, para comemorar este 15 de setembro, haverá um ato (virtual) do “movimento direitos já” e contará com nomes como Flávio Dino, FHC e Geraldo Alckmin. Também marcará presença o secretário do Partido Comunista chileno, Juan Andrés Lagos, além de Felipe Santa Cruz da OAB e Iago Montalvão da UNE, dentre outras “personalidades“. Temos aí uma pequena mostra do quão despudorada é essa gente. Eles não escondem que atuam contra a democracia e defendem alhures, ditadores. Mas, cinicamente se apresentam como defensores das liberdades.

óbvio que no referido evento, falarão do “perigo” que é o governo do presidente Jair Bolsonaro. Mais um clichê da esquerda sem conexão com a realidade.

Em síntese, ter esses nomes atrelados à defesa da democracia é de causar asco. Pelo que são, pelo que representam e pelo que defendem, se fossem honestos consigo mesmo, festejariam o dia internacional da democracia na Venezuela. Mas isso eles não irão fazer! Preferem ignorar o que acontece por lá.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *