Jair Bolsonaro: “O pânico foi disseminado”

o pânico foi disseminado, afirma Bolsonaro

Pelo twitter, Jair Bolsonaro, ao falar sobre a pandemia, afirmou que “o pânico foi disseminado”

Neste domingo, o presidente Jair Bolsonaro usou o twitter para falar sobre a pandemia e ações do governo. Dentre outras coisas, Bolsonaro alegou que o pânico foi disseminado e que a desinformação foi uma arma largamente utilizada.

Nesse sentido, o presidente publicou uma série de mensagens. Logo de inicio, lembrou as ações do governo federal no contexto da pandemia.

A situação só não está pior pelas ações do @govbr que foi ao socorro das pequenas e médias empresas, arranjou recursos para estados e municípios e está pagando Auxílio Emergencial de R$ 600,00 para mais de 60 milhões de pessoas“.

E continuou.

“Milhões de empregos destruídos, dezenas de milhões de informais sem renda e um país na beira da recessão.

– Sempre disse que o efeito colateral do combate ao vírus não poderia ser pior que o próprio vírus”.

Ademais, é importante registrar que Jair Bolsonaro decretou estado de emergência antes do carnaval, enquanto que muitos governadores, caiam na folia.

Por fim, apontando para o final da quarentena – sim, um dia terá que acabar ou o número de pessoas morrendo de fome será maior que as vitimas do covid-19 -, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “Não será fácil, mas havemos de recomeçar“.

De fato, os promotores da “ciência” plantaram o pânico na população que pouco a pouco foi sendo disseminado em doses cavalares. Pior, contribuíram e contribuem para que cada vez mais, as liberdades individuais sejam suprimidas.

Enfim, como em tudo na vida, o tempo é o senhor da razão.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *