Jesus não era socialista – desconstruindo o socialismo

Jesus não era socialista - desconstruindo o socialismo

Jesus — O Maior Socialista que já Existiu é mais uma repugnante mentira da esquerda

Em certa ocasião, o político soviético Mikhail Gorbachev falou: “Jesus foi o primeiro socialista“. Assim também, atualmente, o que não faltam são livros que tentam conciliar o Evangelho de Cristo com a ideologia socialista. Jesus — O Maior Socialista que já Existiu é um desses títulos. Existem muitos outros. Ou seja, é curioso como uma das ideologias que mais se dedicou a perseguir cristãos e eliminar o cristianismo se empenhe tanto em cooptar cristãos. A fim de tentar promover uma espécie de “reconciliação política” entre o cristianismo e a ideologia de Karl Marx. O que é terrivelmente incoerente diga-se de passagem —, especialmente quando constatamos que entre os ensinamentos de Cristo e a ideologia marxista só existem diferenças, e praticamente nenhuma semelhança.

Desse modo, felizmente é uma tarefa fácil mostrar esse equívoco. Para desmantelar qualquer suposta semelhança que possa existir entre os ensinamentos de Cristo e a ideologia marxista, basta citar o mandamento que Jesus considerava ser o maior, e que devia ser predominante entre os seus verdadeiros seguidores, o amor.

Seguir a Bíblia ou o socialismo 

Assim, em João 13:34 está registrado: “Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei; que dessa mesma maneira tenhais amor uns para com os outros.”

Por sua vez, em Marcos 12:29-31, está registrada uma resposta que Jesus deu quando um conterrâneo judeu lhe perguntou qual era o mais importante mandamento: Respondeu Jesus: “O mais importante é este: ‘Ouve, ó Israel, o Senhor, o nosso Deus, o Senhor é o único Senhor. Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes.”

Como está registrado nessas — e em muitas outras passagens das Escrituras Sagradaso amor é uma qualidade incondicional e inegociável dos verdadeiros cristãos. Em suma, o amor fraterno e filial deverá estar sempre presente e ser demonstrado com fervor, tanto entre irmãos cristãos, como para com pessoas de fora da congregação. Essa é uma qualidade presente entre os socialistas? Não, de maneira nenhuma.

Leia também:

A perseguição a cristãos na Coreia do Norte e o silêncio da ONU

A Ressurreição de Jesus e os desafios do século XXI

De fato, sabemos perfeitamente que nunca foi. Ademais, se socialistas têm amor, eles tem única e exclusivamente pelo poder político absoluto, mas não por seres humanos. Essa qualidade, socialistas definitivamente não têm, e nunca buscaram cultivar.

Além do mais, Jesus falou que pelos frutos, podemos identificar se alguma coisa é boa, e se procede dele ou não.

Em Mateus 7:18,20 Jesus declarou: “Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.”

Portanto, os frutos podres e depravados do socialismo genocídios, ditaduras, carnificinas, fome e sofrimento em larga escala atestam perfeitamente que esta ideologia pode facilmente ser associada ao Diabo, mas jamais a Cristo. Socialistas são criaturas preocupadas com o poder. Em outras palavras, ignorantes para com o Evangelho de Cristo, eles cometem ultrajante blasfêmia ao tentar associar a imagem do Salvador da humanidade com a de sua nefasta, perniciosa e maligna ideologia.

Conclusão – Definitivamente Jesus não era socialista

Assim, socialistas nunca se preocuparem em cultivar o genuíno amor cristão, muito pelo contrário. Não raro fazem a apologia da violência e estão dispostos a tudo pelo poder. Tentar distorcer o cristianismo só mostra quão longe eles estão dispostos a ir para tentar cooptar os incautos e os desavisados para segui-los em sua degradante e malévola ideologia.

Jesus nunca foi socialista e jamais seria. Pois seu objetivo era salvar pessoas e conduzir pecadores ao arrependimento, e não consolidar opressivos governos políticos despóticos e totalitários , com o objetivo de escravizar seres humanos.

Enfim, Jesus Cristo é a glória do amor celestial personificado, e não um guerrilheiro apologista da violência, obcecado por poder político. Infelizmente, socialistas são criaturas terrivelmente inescrupulosas, que tentarão de tudo para conquistar os seus sórdidos objetivos. Estão dispostos até mesmo violar a doutrina, os mandamentos e a sacrossanta imagem de Cristo, tentando associá-lo à sua degradante e iníqua ideologia.

Por Wagner Hertzog

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *