Lula e sua imoralidade contra pobres e trabalhadores

A história do PT, todos nós já sabemos. Idem para seu líder. E é a história tanto do partido quanto de Lula que uma vez mais comprova o quanto ambos são imorais.

Mesmo com todas as denúncias contra o partido, o PT ainda tenta ser o porta-voz dos fracos e oprimidos.

Lula, de origem humilde, ainda tenta hipocritamente, ser a personificação do pobre trabalhador em sua quixotesca luta contra os ricos e poderosos que agora o perseguem.

Como bem lembrado pelo nosso querido pastor Marcos Paulo, Lula afirmara que “Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça. Bateram no rabo. A jararaca está viva. Como sempre esteve”.

No mesmo pronunciamento em que se comparou à serpente, Lula saiu-se com essa outra: “Todo mundo pode, menos a merda de um metalúrgico”.

É nessa frase que quero me deter.

Sempre que se vê acuado, o senhor Luis Inácio Lula da Silva recorre ao mito do Lula operário. Foi assim quando candidato, foi assim quando presidente. E continua sendo assim, quando investigado.

Mais que recorrer a um mito, Lula demonstra uma vez mais, uma total falta de senso moral. Ao querer identificar-se com os trabalhadores ou/e pobres, Lula atua de forma imoral contra pobres e trabalhadores. Pela sua frase, se algum sindicato tivesse um mínimo de respeito por seus sindicalizados, entraria com um processo contra o ex-presidente.

Quer dizer que as inúmeras suspeitas que recaeam sobre Lula são unicamente por que ele fora operário? Quer dizer que todo operário, pobre e trabalhador é visto como um suspeito? Quer dizer que um operário, pobre e trabalhador, conseguem melhorar de vida apenas se valendo dos meios obscuros que o senhor Lula se vale?

Não é possível que algum trabalhador se identifique com Lula. Se tal identificação é possível, não é por sua condição profissional ou social, mas sim, por sua condição moral, consciente ou inconsciente.

A esquerda, preconceituosamente, se auto-intitula representante das minorias, dos pobres e trabalhadores, como se estes, não soubessem fazer escolhas éticas e morais.

Lula, uma cria e símbolo desta esquerda, no momento de um iminente processo criminal contra ele, faz uso deste preconceito a fim de vender a idéia de que, uma vez condenado, condene-se aqueles que ele diz representar.

É ou não é, asqueroso. É ou não é, imoral?

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

“Delcídio não tem credibilidade”

Dilma Rousseff está no cargo de forma ilegal

Como, no futuro, explicar a reeleição de Dilma Rousseff aos seus filhos

Pesquisa prova que menores liberados reincidem mais? E agora, Maria do Rosário?

Lula – O condenado

3 thoughts on “Lula e sua imoralidade contra pobres e trabalhadores

  1. O Lula é sem dúvida, o político mais mau caráter do Brasil, ele usa os desvalidos como escudo de sua política de divisão, jogando pobres contra ricos.
    Os programas sociais, são um meio de comprar votos,e manipular os mais pobres.
    Dividir para conquistar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *