OMS defende mega festa em Wuhan

OMS defende mega festa em Wuhan

Epidemiologista da OMS faz declaração “surpreendente” sobre festa em Wuhan, na China

Ao defender a mega festa em Wuhan, na China, epidemiologista da OMS, evidenciou aquilo que muitos conservadores no Brasil e no mundo vêm defendendo.

A provincia de Huhan, na China, é apontada como o local onde o novo coronavírus surgiu pela primeira vez. No entanto, os chineses, ao que tudo indica, já levam suas vidas normalmente. Diferente de outras regiões. Aqui no Brasil, muitos governadores valeram-se da OMS para decretar medidas restritivas que foram da quarentena ao lockdown.

Porém, ao ser questionada sobre a mega festa em Wuhan, que causou aglomeração de milhares de pessoas, sem nenhuma medida de prevenção, Maria van Kerkhove, epidemiologista da OMS deu a seguinte declaração: “não devemos culpar as pessoas por quererem viver suas vidas“.

Para Maria van Kerkhove, o importante é que as informações corretas cheguem aos jovens: “Acho que só precisamos ter certeza de que a informação que está chegando, principalmente aos jovens e às crianças, é a de que eles não são invencíveis“.

Todavia, aqui no Brasil, toda e qualquer pessoa que ouse promover uma festa, ou, aglomeração, é duramente criticada. Como ilustrativo, citamos o caso da influenciadora digital Gabriela Pugliesi que ao promover uma festa, causou revolta de parte de seus mais de 4 milhões de seguidores, acusando a influenciadora de desrespeitar as regras de confinamento.

Tal postura dos fãs, levaram Gabriela Pugliesi a se pronunciar e afirmar que fora “irresponsável e imatura“. Bem, sigamos o conselho da OMS: “não devemos culpar as pessoas por quererem viver suas vidas“. Acho que isso já é um bom começo para acabarmos com o histerismo. Ou só vale para a China?

Da Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *