Operação Marquetagem mira grupo de Cid Gomes

Operação Marquetagem mira grupo de Cid Gomes

A imagem é licenciada por Senado Federal CC BY 2.0

Operação Marquetagem, da PF, mira grupo de Cid Gomes por suposto repasse de R$ 25 milhões da JBS

A PF deflagrou a operação marquetagem que mira repasses ilegais da empresa frigorífica JBS a políticos, dentre os quais, o senador Cid Gomes. A operação ocorreu na manhã desta sexta-feira (16).

Como resultado, a PF apura suposto repasse de R$ 25 milhões da JBS em propina. A investigação é fruto da delação feita pelo empresário Joesley Batista.

Assim, em seu depoimento, Joesley revelou o pagamento de propina milionária ao grupo de Cid Gomes em troca da liberação de créditos de ICMS da JBS no Estado.

Em resumo, a Operação Marquetagem, ocorre no âmbito da Operação Lava-Jato. A ação de hoje cumpriu 17 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Eleitoral de Fortaleza. Os alvos estão na capital cearense, em São Paulo e em Salvador.

Ou seja, aqueles que acusaram Bolsonaro pela frase “acabei com a lava jato“, tentam fingir demência. E embora um dia chegará ao seu fim, por enquanto, a lava jato continua firme.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *