Pastor Milton Ribeiro é cotado para o MEC

Dentre os cotados, está o nome do pastor Milton Ribeiro, que já fora vice-reitor do Mackenzie.

Pastor Milton Ribeiro, ex-vice reitor do Mackenzie, é um dos cotados para o MEC

O presidente Jair Bolsonaro cogita escolher um evangélico para o ministério da Educação. Dentre os cotados, está o nome do pastor Milton Ribeiro, que já fora vice-reitor do Mackenzie. Milton Ribeiro é pastor da Igreja Presbiteriana, mantenedora da Universidade Mackenzie.

Além de Milton Ribeiro, Bolsonaro estuda outros nomes.

Até o momento, segundo jornal Folha de S. Paulo, três evangélicos conversaram com a equipe do presidente: o pastor Milton Ribeiro, ex-vice-reitor do Mackenzie em São Paulo; o professor da Unb (Universidade de Brasília) Ricardo Caldas; e o reitor do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Anderson Correia.​

Neste caso, porém, os três nomes parecem agradar a ala ideológica no Congresso.

Pelo que consta em seu currículo Lattes, Milton Ribeiro, sob o ponto de vista acadêmico, é o mais adequado para o cargo. No entanto, deve-se levar em consideração que o titular da pasta terá que lidar com a fúria da esquerda; pois uma vez no MEC, terá a missão de “limpar” nossa Educação de todo o mal causado por Paulo Freire e seus seguidores.

Por outro lado, caso o futuro ministro não siga o script acima, algo fundamental para nós, conservadores, pode está certo de que enfrentará pesada critica.

Enfim, é necessário ser casca grossa, ou seja, deve ter o selo Abraham Weintraub de qualidade.

Por Jakson Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *