Prefeitura de São Paulo entra na fila por vacina de Cuba

Prefeitura de São Paulo entra na fila por vacina de Cuba

"Bandeira de Cuba" é licenciada sob por @Doug88888 CC BY-NC-SA 2.0

Marta Suplicy anunciou na quarta-feira (28/4) que a prefeitura de São Paulo negocia a compra de vacina desenvolvida em Cuba

A secretária de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, anunciou que o município negocia a compra de vacina que está sendo desenvolvida em Cuba contra o coronavírus. Trata-se da vacina Soberana II e está na fase 3 de testes.

Nós estamos conversando, isso não está muito publicizado ainda, com Cuba, porque nós vimos que Cuba, segundo a OPAS nos informou, a vacina deles sempre foi de excelência, eles foram os primeiros que fizeram a vacina contra hepatite aprovada pela OMS.

E ainda,

Eles têm uma vacina, que chama Soberana II, que está na fase 3. Parece ser uma vacina de excelência, mas não está finalizada ainda, entramos na fila“, afirmou Marta durante audiência temática realizada pela internet para a Câmara dos Vereadores.

Leia também:

3 perguntas que Henrique Mandetta deverá responder na CPI da Covid

Senadores vão ao STF contra Renan Calheiros na relatoria da CPI

Por fim, Marta Suplicy argumentou:

Já tem países interessados. Se você não entra na fila, depois não tem mais. Então entramos na fila“.

Em síntese, o Brasil compra vacina da China, prefeitos e governadores querem a vacina da Rússia e agora, a vacina de Cuba. Sem dúvida alguma os países comunistas amam a humanidade. Algo de muito errado não está certo.

Por Jakson Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *