O que restará do PT após as eleições municipais desse ano? Não muito! Extinção? Tomara!

Leiam essa reportagem

Atolado em escândalos de corrupção, o PT pode ser riscado do mapa nas capitais, após as eleições municipais. Das 26 capitais, o partido tem chance de vitória apenas em Rio Branco, com a possível reeleição de Marcus Alexandre. Favorito anos atrás no Recife, João Paulo tem chances remotas. O PT e Lula vão se empenhar na reeleição de Fernando Haddad em São Paulo, mas vão precisar de um milagre.

O desempenho de Haddad em São Paulo é comparável ao dos piores prefeitos, tipo Celso Pitta. E ele ainda ganhou a fama de preguiçoso.

Haddad pode nem ir para o segundo turno. Hoje, ele tem 7% das intenções de voto, segundo pesquisa do Ibope divulgada sexta (29). 

O PT vem reduzindo o número de prefeitos de capitais a cada eleição. Em 2008, venceu em seis capitais. Em 2012, em quatro.

O PT apoiará o PMDB em uma capital (Aracaju), confirmando que os antigos aliados já não sobem nos mesmos palanques.

Encerramos

Tudo em política é possível. É possível até que o PT se reerga, porém, a maior probabilidade é que o Partido dos Trabalhadores continue por um longo tempo seu processo de declínio.

É importante esclarecermos que o PT, enquanto partido, pode sim vir a ser extinto, porém, os petistas não. Que o digam Marta Suplicy em São Paulo e tantos outros Brasil afora.

Por fim, não vejo os petistas perdendo prefeituras nas capitais. É quase certo que nas médias cidades a derrota seja fragorosa. O que acentuará ainda mais a queda.

Boa noticia! O Brasil não aceita quadrilhas disfarçadas de partidos políticos.

Participe da nossa enquete e responda: Você acredita que Lula será preso?

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *