Quanto custa 7,7% de aprovação do governo?

Ontem foi dia de protestos contra a tese de impeachment de Dilma Rousseff, logo, protestos em defesa da manutenção do governo. É a novilíngua da esquerda em ação, minha gente! Se antes as esquerdas protestavam contra os governos, agora, protestam em favor dos poderosos que estão no poder.

É claro que somente alguns gatos pingados aderiram a tal delírio. Tratava-se de uma quinta-feira, dia útil, dia em que mesmo os que são contra o impeachment têm que trabalhar, ou seja, os que estavam nas ruas ontem eram apenas alguns paus-mandado, quem sabe pagos? Sabe-se lá com quais recursos…

Pois é… Nunca antes na história destepaíz a esquerda passou tanta vergonha. Nunca antes, sofreram tanta pilhéria nas redes sociais, enquanto que no domingo os “coxinhas” foram as ruas, ontem foi a vez do “pão com mortadela”. Se alguém nutria alguma dúvida que o governo tem apenas 7,7% de aprovação, depois de ontem teve suas dúvidas sanadas.

Entretanto, o valor pago por tamanha aprovação não fica apenas no pão com mortadela. O valor é muito maior e infelizmente, eu e você, que desaprovamos o governo, também pagamos a conta.

Segundo o portal Contas Abertas, o governo federal gastou somente em 2015 o montante de R$ 276,2 milhões com publicidade. Leiam:

Com a aprovação da população cada vez mais baixa, o governo federal já gastou R$ 276,2 milhões com publicidade em 2015. Desde o ano passado, a Presidência da República ocupa o topo desse tipo de despesa na administração federal. No primeiro ano do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, os desembolsos em campanhas chegaram a R$ 75,2 milhões.

Em ano de recessão, inflação em alta, desemprego e ajuste fiscal, o governo se comporta como se os recursos fossem ilimitados. Aja irresponsabilidade! Aja cinismo e falta de bom-senso.

É obvio que se trata de um exagero pedir responsabilidade e bom-senso de um governo que não conhece tais normas de conduta. Diante de tamanho descalabro, que tal o governo utilizar uma pequena parcela desses gastos e informar à nação que enquanto Dilma e seus ministros já receberam a metade do décimo terceiro salário, pretendem pagar esse adiantamento de forma parcelada aos aposentados?

O custo para manter pouco mais de 7% de aprovação é altíssimo. Não se restringe a pão com mortadela. Não se restringe a mais de duzentos milhões de reais. Vai além. Coloca na berlinda, a saúde financeira de milhões de famílias. Coloca na berlinda, o emprego de milhares de brasileiros. Coloca na berlinda a confiança que cada brasileiro possa ter quanto ao futuro.

Este é o legado que o PT irá nos deixar.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

O mimimi de Leonardo Sakamoto

Todos contra Dilma, Dilma contra todos

Pedalada Fiscal: Um verdadeiro show de horrores

Será que Lula se esconde quando ouve uma sirene?

Fizeram tanto diabo, que o Brasil acabou virando um inferno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *