Quem são os ministros do TCU delatados por Cabral?

Três ministros do TCU são delatados por Sérgio Cabral

Três ministros do TCU são delatados por Sérgio Cabral. Saiba quem são eles

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, em acordo de delação premiada citou o nome de três ministros do TCU.

Cada um dos ministros teria recebido 100 mil reais mensais por um período de mais de um ano, segundo a delação do ex-governador”.

Assim, os três ministros do TCU delatados por Sérgio Cabral são:

Vital do Rêgo Filho. Vital do Rêgo Filho, entrou na política em 1888, sendo eleito vereador mais votado em Campina Grande, Paraíba. O político ainda perdeu uma eleição para prefeito da cidade, em 2000 e outra para governador da Paraíba em 2014. Porém, já foi eleito deputado estadual, deputado federal em 2006 e eleito senador  da Paraíba, em 2010.

O político, foi indicado ao cargo de ministro do TCU em 2014. No entanto, no ano de 2016, o ministro do STF Teori Zavascki, determinou a abertura de inquérito para investigar Vital do Rêgo Filho, por suspeita de cobrança de propina de empreiteiras, quando o político comandava a CPI mista do Petrolão.

Bruno Dantas. Diferentemente de Vital, Bruno Dantas não é um político, ou seja, nunca disputou uma eleição, estando mais associado ao mundo acadêmico. Bruno Dantas ocupou o cargo de consultor jurídico do senado federal e já foi membro do Conselho Nacional do Ministério Público e do Conselho Nacional de Justiça, em ambos, foi aprovado por unanimidade pelos senadores, logo, isso significa que Bruno Dantas possui bom trânsito entre os políticos de Brasília.

Recentemente, o ministro do TCU criticou o presidente Jair Bolsonaro na condução do combate ao coronavírus. Além disso, solicitou a contagem do número de militares presentes no governo Bolsonaro.

Raimundo Carreiro. Nascido em 1948, aposentou-se em 2007 como analista do legislativo, sendo indicado no mesmo ano, para o cargo de ministro do TCU.

Qual a função do TCU? 

Portanto, o que vai acima, são os três ministros do TCU que, segundo informações, foram delatados por Sérgio Cabral.

Aqui, vale a pena descrevermos brevemente a função do Tribunal de Contas da União.

O TCU é o órgão de controle externo do governo federal e auxilia o Congresso Nacional na missão de acompanhar a execução orçamentária e financeira do país e contribuir com o aperfeiçoamento da Administração Pública em benefício da sociedade. Para isso, tem como meta ser referência na promoção de uma Administração Pública efetiva, ética, ágil e responsável.

De acordo com o artigo 71 da nossa Constituição, o Tribunal de Contas da União, goza de autonomia administrativa, financeira e orçamentaria. Em outras palavras, é uma instituição que não está vinculada a nenhum dos poderes ou pelo menos, é esse o entendimento de alguns.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *