Rodrigo Constantino – Carta de Temer ou O PT conspira contra o Brasil

Por Rodrigo Constantino

O vice-presidente Michel Temer divulgou uma carta “pessoal” destinada à “presidenta” Dilma, na qual conclui ter certeza de que ela não confia nele, ao contrário do que revelou recentemente. O teor da missiva é um tapa de pelica na cara de pau da petista, com a usual elegância do “cara de mordomo”. Abaixo, alguns trechos:

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos. Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

Entretanto, sempre tive ciência da absoluta desconfiança da senhora e do seu entorno em relação a mim e ao PMDB. Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo. Basta ressaltar que na última convenção apenas 59,9% votaram pela aliança. E só o fizeram, ouso registrar, por que era eu o candidato à reeleição à Vice.

[…]

Passei os quatro primeiros anos de governo como vice decorativo. A Senhora sabe disso. Perdi todo protagonismo político que tivera no passado e que poderia ter sido usado pelo governo. Só era chamado para resolver as votações do PMDB e as crises políticas.

Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas ou políticas do país; éramos meros acessórios, secundários, subsidiários.

[…]

De qualquer forma, sou Presidente do PMDB e a senhora resolveu ignorar-me chamando o líder Picciani e seu pai para fazer um acordo sem nenhuma comunicação ao seu Vice e Presidente do Partido.

[…]

Democrata que sou, converso, sim, senhora Presidente, com a oposição. Sempre o fiz, pelos 24 anos que passei no Parlamento. Aliás, a primeira medida provisória do ajuste foi aprovada graças aos 8 (oito) votos do DEM, 6 (seis) do PSB e 3 do PV, recordando que foi aprovado por apenas 22 votos. Sou criticado por isso, numa visão equivocada do nosso sistema. E não foi sem razão que em duas oportunidades ressaltei que deveríamos reunificar o país. O Palácio resolveu difundir e criticar.

[…]

Mais recentemente, conversa nossa (das duas maiores autoridades do país) foi divulgada e de maneira inverídica sem nenhuma conexão com o teor da conversa.

Até o programa “Uma Ponte para o Futuro”, aplaudido pela sociedade, cujas propostas poderiam ser utilizadas para recuperar a economia e resgatar a confiança foi tido como manobra desleal.

PMDB tem ciência de que o governo busca promover a sua divisão, o que já tentou no passado, sem sucesso. A senhora sabe que, como Presidente do PMDB, devo manter cauteloso silencio com o objetivo de procurar o que sempre fiz: a unidade partidária.

[…]

Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã. Lamento, mas esta é a minha convicção.

Apertando a tecla SAP e sem a delicadeza do vice: o PT estragou a economia sozinho; achou que poderia manter o PMDB no escanteio só para ter “governabilidade”, mas sem governar em conjunto; ainda tentou dividir o partido com suas intrigas; quando a porca torceu o rabo, o vice foi convocado para colocar panos quentes; tão logo o incêndio foi apagado, ele foi novamente descartado; a presidente é mentirosa e inventa coisas que não foram ditas pelo vice; e ainda mente uma vez mais quando diz que confia de olhos fechados nele, quando todos – inclusive ele próprio – sabem que é o contrário.

Mas tem artista e “intelectual” – quando não artista metido a intelectual – que acha que o PMDB é muito pior do que o PT, que se o piloto do avião é ruim, o copiloto é da Al Qaeda! Ou seja, tem “inteligentinho” que acha que o PMDB, com um presidente como Temer e uma proposta mais liberal como a de “Uma ponte para o futuro”, seria pior do que o PT, com Dilma, Lula, Mercadante, Cardozo e Jaques Wagner, sem falar de Rui Falcão e companhia.

Que o PMDB é ruim e fisiológico, isso ninguém precisa lembrar. Mas que o PT consegue ser infinitamente pior, mais incompetente, autoritário, corrupto, ideológico, cínico e ditatorial, isso está bem claro para quem ainda tem olhos para enxergar e mais de dois neurônios, ou goza de um mínimo de honestidade intelectual (sorry, Greg, eliminado!).

Que venha a presidência de Temer! Não há como ser pior do que o governo Dilma. Quem está conspirando não é bem Temer contra o PT, e sim o PT contra o Brasil. Há 13 anos…

Texto publicado originalmente por Rodrigo Constantino em seu Blog

 

Leia Também:

Todos contra Dilma, Dilma contra todos

Grandes derrotas do PT são grandes vitórias do Brasil

Partido e governo não envelheceram. Caducaram

SÓ O IMPEACHMENT? O PT DEVE SER INVESTIGADO!

O PT está com medo de você! Durma com este barulho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *