Sara Winter chora e desabafa. Saiba o REAL motivo

Sara Winter chora e desabafa. Saiba o REAL motivo

Em vídeo, Sara Winter chora e fala em decepção com Bolsonaro e Damares

Depois do Allan dos Santos, agora é a vez da Sara Winter ser noticia por criticar duramente o governo ou externar certa decepção com Bolsonaro.

Assim, o vídeo em que Sara Winter chora e fala em decepção com o presidente Bolsonaro, ganhou especial destaque na mídia.  Todavia, você sabe qual o REAL motivo deste choro?

Em primeiro lugar, o presente texto não tem por objetivo atacar a Sara. Aliás, este site foi um dos primeiros a sair em defesa de Winter quando se deu sua arbitrária prisão. No entanto, o momento requer que posições tomadas para o bem da direita brasileira, que ainda treina seus primeiros passos.

Dito isto, sigamos adiante.

No vídeo gravado, Sara Winter faz a seguinte afirmação:

Tem horas que eu só queria gritar, gritar e gritar para alguém me ajudar, mas não existe esse alguém, sabe? Aí eu lembro e volto para os conselhos do meu psiquiatra e vou ter que levantar e vou ter que resolver os meus problemas. E não tem Bolsonaro para ajudar, e não tem Damares para ajudar

Sara é uma ativista. Gosto dela. Principalmente por sua conversão. Sara saiu do feminismo e se entregou à graça de Cristo. Todavia, creio que Winter pouco entende de política. Não cabe a um governante ou ministro de Estado AJUDAR quem quer que seja.

Ademais, o presente contexto nos leva a acreditar que alguns apoiadores do presidente querem, literalmente, fazer uso da celebre frase: “Aos amigos, tudo. Aos inimigos, a lei“. Desculpem-me, mas não foi para isso que elegemos o presidente.

Bolsonaro se entregou ao establishment?

Finalizando o vídeo, Winter faz o seguinte desabafo:

E é isso. É isso que vou contar pra qualquer um fora do Brasil que me perguntar: estou vivendo pela vontade de fazer justiça com todos os que estão presos por defender Bolsonaro. Mas não posso mais contar com ele, pois infelizmente, por ‘estratégia’ se tornou parte do establishment”.

Afirmar que não há uma estratégia por parte do governo é um erro que nem mesmo a esquerda comete. Há sim, uma estratégia em curso. É a melhor estratégia? Trará bons resultados? Somente o tempo dirá. E a escolha do novo ministro do STF, Kassio Nunes, faz parte disso. Por outro lado, desconheço algum eleitor “da direita” feliz com o abraço entre Bolsonaro e Toffoli. Mas, é a política.

Por fim, tudo isso que foi dito nos ajuda a compreender o choro da Sara Winter, a revolta do Allan dos Santos e de tantos outros. A verdade é que alguns estão lidando com a política com excesso de emoção. De fato, existe muito sentimentalismo nas redes sociais e dentre alguns conservadores que tentam analisar ou influenciar o cenário politico. É esse, pois, o real motivo do choro da Sara Winter. É resultado de muito sentimento. E a política não se faz a base de emoções. Ou seja, não se faz política com ódio ou paixão, amor ou desprezo. Nesse sentido, vale recorrermos e finalizarmos esse texto com o ilustríssimo Ulysses Guimarães:

Não se pode fazer política com o fígado, conservando o rancor e ressentimentos na geladeira“.

Em suma, que possamos guardar nosso choro, ódio, amor ou paixão para outras ocasiões. A real política exige racionalidade, pragmatismo, abraços e apertos de mãos. Enfim, amabilidade.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *