Sergio Moro é alvo de chacota da esquerda na web

Sergio Moro é alvo de chacota da esquerda na web

"Entrevisto do ministro, Sergio Moro sobre Marielle Franco/Foto:Isaac Amorim/MJSP" é licenciada sob by JusticaGovBr CC BY-NC-SA 2.0

Triste fim – ex-juiz Sergio Moro é alvo de chacota da esquerda

A turminha da esquerda não esquece Sergio Moro, é o alvo predileto deles. Certamente nunca o esquecerá. E quando não espumam de ódio, a esquerda reserva tempo para fazer chacota do ex-ministro.

Desta fez, Sergio Moro foi alvo de chacota por errar o nome de uma famosa cantora francesa, a Édith Piaf. Já que Moro se referiu à artista por Édith Piá, em live gravada há alguns dias.

Como resultado, virou alvo de chacota da esquerda. Aliás, até o ex-presidiário Lula fez parte da “festa“. Em resumo, a conta do twitter de Lula postou mensagem na qual questiona o Jornal Nacional, pedindo-lhe o mesmo tempo de TV dado a Moro. E finaliza a postagem escrevendo: “Sem Édith Piá”. Não obstante, apagaram a postagem.

Ao passo que Marcelo Adnet, que não chamo de humorista, fez um vídeo no qual imita Moro, e diz que “aqui no Paraná é Piá, mesmo”.

Leia também:

André Mendonça será ministro do STF

Centrais sindicais recebem bolada dos chineses

Ditadura globalista do coronavírus avança

Em suma, Sergio Moro saiu da magistratura para se tornar ministro do governo Bolsonaro. Em seguida, sai do governo Bolsonaro para se tornar chacota da esquerda. Enfim, haja zelo pela biografia.

Conclusão

Por certo que as condenações que o ex-juiz determinou para Lula deveriam ser mantidas. O que se viu na segunda turma do STF foi algo escabroso. Ademais, este site de direita sempre apoiou o ex-juiz. E não, não o deixamos de apoiar por ele ter saído do governo. Ou por outra, Sergio Moro perdeu nossa admiração pela FORMA como ele saiu do governo.

Portanto, há quase um ano, escrevemos o seguinte texto: Sergio Moro NÃO SERÁ candidato em 2022 na ocasião, afirmamos que Moro não seria candidato a presidente em 2022. Na ocasião, destacamos a frase dita pelo ex-juiz de que não iria concorrer contra o político que o convidou para fazer parte do governo.

Portanto, Moro mentiu naquela ocasião? Seja como for, Sergio Moro até pode ser candidato em 2022, mas, não será eleito. Falta-lhe carisma. Falta-lhe força. E sobretudo, lhe falta honestidade intelectual.

De todo modo, Sergio Moro fez suas escolhas. Agora, aguente a chacota. Não da nossa parte. Não temos tempo a perder. Mas, da esquerda com a qual ele teima em flertar.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *