Juiz Sérgio Moro manda soltar João Santana

Além de Mônica Moura, o juiz federal Sérgio Moro, mandou soltar o marqueteiro petista João Santana.

É o que informa o site de Época. Leiam

O juiz federal Sérgio Moro mandou soltar o marqueteiro João Santana, que estava preso desde 22 de fevereiro. Em despacho divulgado nesta segunda-feira (01/08), Moro determinou que Santana não pode trabalhar em nenhuma campanha eleitoral no Brasil. Ele também não pode deixar o país nem ter contato com outros investigados pela Operação Lava-Jato, como sua mulher, Mônica Moura, que também foi autorizada a sair da prisão.

A Justiça Federal estipulou fiança de R$ 2,8 milhões para liberar o marqueteiro — o valor havia sido bloqueado. Assim como aconteceu com Mônica Moura, que teve o valor de fiança estabelecido em R$ 28 milhões, Santana terá que entregar seus passaportes e se comprometer a comparecer a todos as convocações da Justiça.

No despacho, Moro escreveu que “considerando ainda os indícios de recebimento sistemático de valores não-registrados para remuneração de serviços em campanhas eleitorais”, Santana fica “proibido de atuar direta ou indiretamente, inclusive por interposta pessoa, em qualquer campanha eleitoral no Brasil até nova deliberação do Juízo”.

Moro considerou que a prisão não era mais “absolutamente necessária” já que a fase de instrução do processo está no fim e o casal está disposto a “esclarecer os fatos”. Em depoimento à Justiça no último dia 22 de julho, o casal admitiu que parte da campanha da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) à Presidência em 2010 foi paga no exterior. Ao juiz, Mônica Moura disse que estava disposta a fornecer mais informações à Lava-Jato caso fechasse a colaboração.

O juiz também considerou que a situação do casal difere da de operadores profissionais de lavagem de dinheiro, empreiteiros corruptores, agentes de estatais e políticos beneficiários de caixa dois.

“Nessa avaliação, tenho também presente que a situação de ambos difere, em parte, da de outras pessoas envolvidas no esquema criminoso da Petrobras. Afinal, não são agentes públicos ou políticos beneficiários dos pagamentos de propina, nem são dirigentes das empreiteiras que pagaram propina ou lavadores profissionais de dinheiro”, escreveu Moro.

Encerramos

Será que D. Xepa, após o pagamento da fiança e do tempo que passou atrás das grades, sairá estampando seu sorriso de deboche? Não… Acho que não.

Participe da nossa enquete e responda: Você acredita que Lula será preso?

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *