Soldado Wesley teve um surto psicótico?

Soldado Wesley teve um surto psicótico?

A imagem é licenciada sob by centurioes.pmba CC0 1.0

Com suspeita de surto, soldado Wesley é alvejado pelo BOPE baiano

Conforme amplamente divulgado na noite de ontem (28), o soldado Wesley da PM da Bahia, entrou, possivelmente, em surto psicótico. Vídeos do policial e da ação do BOPE foram compartilhados nas redes sociais.

Certamente que as condições das PMs Brasil afora são estressantes. Baixos salários e equipamentos obsoletos frente às organizações criminosas são alguns dos fatores. Ainda assim, homens e mulheres que vestem a farda, dão a própria vida em defesa do cidadão de bem.

Assim, a noticia de que na Bahia um PM havia surtado chamou atenção. De fato, inúmeros são os motivos que o condicionaram a tal estado emocional. Não obstante, tudo leva a crer que a excessiva pressão imposta às PMs em repreender justamente àqueles a quem eles deveriam proteger, foi o “gatilho“.

Aliás, não é todo dia que se tem noticia de surto de PM, seja na Bahia, em SP ou em qualquer outro estado. Isso porque as próprias corporações possuem equipes médicas, psicólogos e psiquiatras treinados justamente para detectar tais situações.

Dito isto,

O que é um surto psicótico? 

O surto psicótico é uma desconexão que atinge o comportamento, o estado emocional e a percepção da realidade do individuo. Foi o que, alegadamente, se deu com o soldado Wesley.

Não obstante, em complemento ao dito acima, também é atribuído ao surto psicótico a desorganização da fala e o comportamento agressivo, além de delírios e alucinações. A princípio, não foi esse o comportamento que se viu no soldado Wesley.

Em outras palavras, nos vídeos divulgados, o soldado apresenta fala articulada, ou seja, sem indícios de delírios ou alucinações. Ademais, nem a própria Policia Militar da Bahia confirma que o policial surtou, antes, usa o termo “aparente surto“.

Leia também:

Por 5G chinesa Kátia Abreu quer Ernesto Araújo fora

Comunidade Brasil & Israel defende Filipe Martins

Oras, alguém que surta não tem condições e tempo para vestir a farda, pintar o rosto de verde e amarelo e ter um local certo de destino.

Com o intuito de corroborar com o registrado acima, uma rápida pesquisa na internet mostra a quantidade de casos de surto psicótico acompanhado de violência: Lutador surta, invade hospital e agride 14 pessoas em Juiz de Fora (MG)

Com efeito, efetuar disparos para o alto não é algo de quem está surtado e desconexo com a realidade.

Conclusão

Uma minuciosa investigação precisa ser feita. Desde as causas do comportamento do PM à intervenção do BOPE.  Em primeiro lugar, o que provocou tal comportamento? Em segundo lugar, de quem partiu a ordem de alvejar o soldado Wesley?

Por fim, Rui Costa, governador da Bahia, precisa vir a publico e explicar os desdobramentos desse caso. Do contrário, será responsabilizado pelo estado de coisa que se apresenta no seu estado.

Enfim, que o ocorrido sirva de alerta para os demais estados da federação.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *