Vacinas pela iniciativa privada avança na Câmara

Vacinas pela iniciativa privada avança na Câmara

"Vacinas" é licenciada sob por Mariana Braga CC BY-NC-ND 2.0

Câmara aprova texto-base para compra de vacinas pela iniciativa privada

A Câmara irá prosseguir nesta quarta-feira (7), a votação da proposta que permite à iniciativa privada comprar vacinas contra a Covid-19. Ou seja, após aprovação do texto-base ontem à noite, os deputados seguirão com as discussões sobre o tema.

Aliás, o texto aprovado é um substitutivo da relatora, deputada Celina Leão (PP-DF), que prevê que essas compras, se feitas junto a laboratórios que já venderam vacinas ao governo federal, poderão ocorrer apenas depois do cumprimento integral do contrato e da entrega dos imunizantes ao Ministério da Saúde.

Portanto, se o que vai acima não for alterado, a iniciativa privada terá dificuldades em adquirir as vacinas. Em suma, o que era para se tornar algo mais ágil, caminhará no mesmo ritmo do setor público.

Leia também:

Fome no Brasil atinge 19 milhões durante pandemia

Toque de recolher é suspenso em Minas Gerais

Flávio Bolsonaro e Abin: Ramagem indica tramoia

Em contrapartida, poderão receber doses da vacina, outros trabalhadores que prestem serviços as empresas. Inclusive estagiários, autônomos e empregados de empresas de trabalho temporário ou de terceirizadas.

Dono da Havan e as vacinas

Com toda a certeza que é do interesse da iniciativa privada a aquisição das vacinas. Aliás, Luciano Hang, dono da Havan, é um dos entusiastas dessa iniciativa.

Conforme publicamos há algumas semanas, Hang, juntamente com outros empresários, têm a ideia de doar metade dos imunizantes que comprarem. Já que uma leia aprovada no Congresso obrigaria as empresas a doarem 100% das vacinas.

De acordo com a norma, 100% das doses devem ir para o SUS. A princípio, enquanto a vacinação estiver nos grupos prioritários. Logo após, as empresas devem doar metade para o governo e imunizar seus funcionários gratuitamente com a outra metade.

Com efeito, em nosso post, observamos que, empresários bem sucedidos, como o dono da Havandoarem milhões de doses de vacinas, é tudo que a esquerda abomina.

Em suma, seja o resultado que for na Câmara, a esquerda fará um escarcéu.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *